MERCADOS

Mercados recuam; ação da Schneider tem forte baixa

PUBLICADO EM: 3.10.13 | 12H45
Ação da Schneider Electric era prejudicada pelo rebaixamento da recomendação de seu papel por uma corretora
Bolsas da Europa - Bolsa de Londres

Bolsa de Londres: FTSEurofirst 300 atingiu sua máxima em cinco anos de 1.274 ponto no fim de setembro, enquanto o Euro STOXX 50 alcançou o maior patamar em dois anos ao registrar 2.955 pontos

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Londres - As bolsas europeias caíam nesta quinta-feira, com as incertezas sobre a resolução do teto da dívida norte-americana afetando o mercado. A ação da Schneider Electric era prejudicada pelo rebaixamento da recomendação de seu papel por uma corretora. Às 12h23 (horário de Brasília), o índice das blue chips da zona do euro Euro STOXX 50 recuava 0,36 por cento, para 2.907 pontos, enquanto o índice FTSEurofirst 300 operava em queda de 0,28 por cento, a 1.243 pontos.

A desvalorização de 3,27 por cento da Schneider retirava muitos pontos do FTSEurofirst 300, após a Exane BNP Paribas reduziu a indicação da ação para "neutra", de "outperform" (acima da média do mercado).

O FTSEurofirst 300 atingiu sua máxima em cinco anos de 1.274 ponto no fim de setembro, enquanto o Euro STOXX 50 alcançou o maior patamar em dois anos ao registrar 2.955 pontos.

Ambos os mercados acumulam alta de cerca de 10 por cento desde o início de 2013, mas vêm caindo em outubro após o governo dos Estados Unidos sofrer uma paralisação parcial nesta semana devido a discordâncias entre políticos sobre o orçamento do país e levado a incertezas sobre o aumento do teto da dívida norte-americana.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame