MERCADOS

Moody's reduz perspectiva de rating de bancos no Brasil

PUBLICADO EM: 3.10.13 | 21H51
Bancos que tiveram a avaliação revisada de positiva para estável foram o Bradesco, o Itaú Unibanco e Itaú BBA
14 – Longo prazo

Agência do Bradesco: Moody's revisou a perspectiva de rating de força financeira de banco autônomo de três instituições financeiras, entre eles o Bradesco

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - A Moody's anunciou nesta quinta-feira que revisou a perspectiva de rating de força financeira de banco autônomo de positiva para estável de três instituições financeiras brasileiras. Os bancos que tiveram a avaliação revisada foram o Bradesco, o Itaú Unibanco e Itaú BBA.

A agência de classificação de risco também alterou de positiva para estável a perspectiva de rating de depósito de longo prazo em moeda local e de rating de dívida de oito bancos brasileiros: Bradesco, Itaú Unibanco, Itaú BBA, Itaú Unibanco Holding, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Safra e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Além disso, a Moody's revisou para estável, a partir de positiva, a perspectiva do rating de depósitos locais de longo prazo em moeda estrangeira e do rating de dívida sênior e subordinada de 10 instituições financeiras do país, sendo Bradesco, Itaú Unibanco, Itaú BBA, Itaú Unibanco Holding, Banco do Brasil, BNDES Caixa Econômica Federal, Safra, HSBC e Santander.

Estas revisões são divulgados depois que a agência de classificação de risco revisou a perspectiva do rating dos títulos de dívida do governo do Brasil para estável.

Ao mesmo tempo, a Moody's rebaixou o rating de depósito de longo prazo em escala global e de dívida de seis bancos brasileiros. A agência reavaliou o nível de capacidade do governo brasileiro para fornecer suporte sistêmico para esses bancos em caso de necessidade e isso contribuiu para o rebaixamento das notas.

Além disso, a agência de classificação de risco revisou de estável para negativa a perspectiva de rating de força financeira de banco autônomo do Banco do Brasil e colocou em revisão com possível rebaixamento os ratings de força financeira de banco autônomo, de depósitos de curto e de longo prazo e de dívida do Banco Votorantim.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame