Exame Invest
MERCADOS

PANORAMA2-Bolsas e dólar caem em dia de agenda carregada lá fora

PUBLICADO EM: 13.1.11 | 12H23
SÃO PAULO, 13 de janeiro (Reuters) - As bolsas de valores operam em queda nesta quinta-feira, enquanto o dólar se desvalorizava frente ao real e a uma cesta de moedas, incluindo o euro, à medida que os investidores reagiam ao noticiário carregado na Europa e nos Estados Unidos. A crise de dívida na zona do […]
EXAME.com

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

SÃO PAULO, 13 de janeiro (Reuters) - As bolsas de valores operam em
queda nesta quinta-feira, enquanto o dólar se desvalorizava frente ao real
e a uma cesta de moedas, incluindo o euro, à medida que os investidores
reagiam ao noticiário carregado na Europa e nos Estados Unidos.

A crise de dívida na zona do euro ainda preocupa, mas o leilão de
bônus de Portugal na véspera, com forte demanda, amenizou parte dos
temores de que o país poderia recorrer a uma ajuda financeira em breve,
embora especialistas mantenham essa possibilidade no horizonte.

Nesta quinta-feira, foi a vez de Espanha e Itália acessarem os
mercados de dívida, com leilões que também atraíram forte demanda. No
caso dos bônus espanhóis, os rendimentos foram menores que o esperado,
refletindo expectativas de que as autoridades possam agir para resolver
a situação no bloco.

A manhã também foi marcada por decisões de juro na Europa. O Banco
da Inglaterra anunciou a manutenção da taxa básica na mínima recorde de
0,5 por cento e não alterou o programa de compra de bônus de 200 bilhões
de libras. O Banco Central Europeu também manteve o juro em 1,0 por
cento. As duas decisões vieram em linha com o esperado.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, afirmou que vê pressões
inflacionárias de curto prazo na zona do euro e, embora as pressões
devam ser contidas no longo prazo, é melhor observá-las de perto.
[ID:nN13270898]

Nos EUA, dados mostraram que o déficit comercial norte-americano
diminuiu em novembro para o menor nível desde janeiro de 2010, ajudado
pela alta das exportações para o maior patamar em mais de dois anos. Os
pedidos de auxílio-desemprego subiram na semana passada para o maior
nível desde outubro; e os preços ao produtor tiveram em dezembro alta de
1,1 por cento, impulsionados pelos custos de energia e alimentos.

Internamente, o noticiário se concentrava nas informações sobre a
tragédia com as chuvas no Rio de Janeiro, que já deixou mais de 350
mortos. [ID:nN13256407]

O único dado econômico na pauta brasileira foi o de emprego na
indústria brasileira, que cresceu 0,94 por cento em dezembro sobre
novembro, fechando o ano com avanço de 4,74 por cento, segundo a
Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). [ID:nN13262065]

No mercado de juros futuros, as projeções sobem em meio a dados
recentes mais fortes de inflação e atividade, que corroboram as apostas
de elevação do juro básico na semana que vem.

Veja a seguir o desempenho dos principais índices do mercado
financeiro às 13h21 (horário de Brasília).

CÂMBIO

O dólar saía a 1,669 real, em queda de 0,48 por cento frente
ao fechamento anterior.

BOVESPA

O Ibovespa terminou a {.BVSP;+PCTCHNG:2.7} por cento, a
{.BVSP;TRDPRC_1:2.10} pontos.

ADRs BRASILEIROS

O índice dos principais ADRs brasileiros estava em {.BR20;
+PCTCHNG:2.7} por cento, a {.BR20;TRDPRC_1:2.10} pontos.

JUROS

O DI janeiro de 2012 apontava {2DIJF2;TRDPRC_1:2.10} por cento ao
ano, ante {2DIJF2;HST_CLOSE:2.10} por cento no ajuste anterior.

EURO

A moeda comum europeia era cotada a {EUR=;ASK:4.10}, ante
{EUR=;HST_CLSBID:4.10} no fechamento anterior.

GLOBAL 40

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40,
mostrava alta/queda para {BRAGLB40=RR;PRIMACT_1:3.10}por cento do valor
de face, oferecendo rendimento de {BRAGLB40=RR;RT_YIELD_1:3.10}por cento
ao ano.

RISCO-PAÍS

O risco Brasil cedia 3 pontos, para 163 pontos-básicos. O
EMBI+ recuava 4 pontos, a 231 pontos-básicos.

MSCI DE BOLSAS GLOBAIS

O índice que reúne as bolsas globais mostrava {.MIWD00000PUS;
+PCTCHNG:2.7} por cento, a {.MIWD00000PUS;TRDPRC_1:2.10} pontos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones operava a {.DJI;+PCTCHNG:2.7} por cento,
aos {.DJI;TRDPRC_1:2.10} pontos. O S&P 500 estava em {.SPX;
+PCTCHNG:2.7} por cento, aos {.SPX;TRDPRC_1:2.10} pontos. O Nasdaq
era negociado a {.IXIC;+PCTCHNG:2.7} por cento; aos
{.IXIC;TRDPRC_1:2.10} pontos.

PETRÓLEO

Na Nymex, o contrato de petróleo de vencimento mais próximo
subiu {CLc1;NETCHNG_1:2.7} dólar, a {CLc1;SETTLE:2.10} dólares por
barril.

TREASURIES DE 10 ANOS

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos,
referência do mercado, caía/subia, oferecendo rendimento de
{US10YT=RR;RT_YIELD_1:3.10} por cento ante {US10YT=RR;HST_CLSYLD:3.10}
por cento no fechamento anterior.

(Por Redação São Paulo)

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame