Petrobras deixa prejuízo para trás e ações disparam mais de 5% | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Petrobras deixa prejuízo para trás e ações disparam mais de 5%

PUBLICADO EM: 12.5.17 | 10H57
ATUALIZAÇÃO: 12.5.17 | 11H04
Exportações aumentaram mais de 72% no primeiro trimestre e influenciaram nos resultados da empresa
Logo da estatal Petrobras na sede da companhia em Vitória, no Espírito Santo, no Brasil, dia 10/02/2017

Imagem da Editoria Exame Invest
Rita Azevedo



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo — As ações da Petrobras chegaram a subir mais de 5% no pregão desta sexta-feira. O otimismo dos investidores é explicado pelo balanço do primeiro trimestre divulgado na noite de ontem pela petroleira.

De janeiro a março, a companhia registrou lucro de 4,45 bilhões de reais, revertendo o prejuízo de 1,25 bilhão de reais reportados no mesmo período de 2016. Esse é o melhor resultado apresentado pela empresa desde o primeiro trimestre de 2015.

Durante a manhã, os papéis preferenciais da Petrobras registraram alta de 5,13%, na máxima do dia, cotados a 15,58 reais. Já os ordinários tinham ganhos de 5,35%, também na máxima, negociados a 16,14 reais.

Segundo a Petrobras, os bons números do primeiro trimestre foram influenciados por alguns fatores como a redução dos gastos com importações de petróleo e gás natural, a redução nas despesas com vendas, a queda na despesas financeiras e menores gastos com a ociosidade de equipamentos. O aumento de 72% nas exportações também teve um peso importante nos resultados.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de 25,254 bilhões de reais, alta de 19% em relação ao mesmo intervalo de 2016. De acordo com a companhia, esse é o maior Ebitda registrado na história da companhia.

A receita líquida chegou a 68,365 bilhões de reais, 3% menos do que no primeiro trimestre do ano passado.

O resultado financeiro líquido da estatal ficou negativo em R$ 7,755 bilhões no trimestre encerrado em março, ante uma cifra negativa em R$ 8,693 bilhões de igual trimestre de 2016.

No primeiro trimestre, a Petrobras produziu 2,805 milhões de barris por dia de petróleo e gás natural — 7% mais do que no mesmo período do ano passado.


 

 


Recomendado para você


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Rita Azevedo


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame