Portugal capta 1,5 bi de euros com títulos de curto prazo | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Portugal capta 1,5 bi de euros com títulos de curto prazo

PUBLICADO EM: 1.2.12 | 10H12
As taxas de juros da operação ficaram em baixa
Pedro Passos Coelho fala com a imprensa após encontro com Cavaco Silva, em 6 de junho

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho: a dívida portuguesa está sob tensão no mercado secundário, onde se negociam os títulos já emitidos

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Lisboa - Portugal emitiu nesta quarta-feira 1,5 bilhão de euros em títulos da dívida de curto prazo, com taxas de juros em baixa, apesar dos temores crescentes de que o país se veja obrigado a pedir um segundo resgate financeiro internacional.

A agência de dívida colocou 750 milhões de euros em letras a três meses com um rendimento de 4,068%, frente a 4,346% na emissão similar de 18 de janeiro, e 750 milhões de euros em letras a seis meses, com um juros de 4,463%, frente a 4,740% no leilão anterior.

A demanda foi, no entanto, menor, superando a oferta em 2,8 vezes para os títulos a três meses e 2,6 vezes para os títulos a seis meses, segundo o Instituto de Gestão do Crédito Público. Nas emissões similares de 18 de janeiro, a demanda foi respectivamente 4,1 e 3 vezes maior.

A dívida portuguesa está sob tensão no mercado secundário, onde se negociam os títulos já emitidos. Os investidores temem que o país não seja capaz de obter financiamentos por sua própria conta a taxas razoáveis a partir do próximo ano, como prevê o plano de resgate acordado com a UE e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

As taxas de juros exigidas pelos investidores para comprar dívida portuguesa alcançaram níveis recordes nos últimos dias. Contudo, após a reunião europeia de segunda-feira e com o mercado à espera de um acordo sobre uma redução parcial da dívida grega, a pressão foi reduzida, ainda que parcialmente.

Nesta quarta-feira, às 11H30 GMT (09H30 de Brasília), os juros dos bônus a dez anos eram de 14,878% frente a 15,669% na véspera.


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame