Exame Invest
Mercados

Redução de tensão nas Coreias anima bolsas asiáticas

PUBLICADO EM: 21.12.10 | 7H43
Por Hélio Barboza e Ricardo Criez Tóquio - Os mercados da Ásia se recuperaram nesta terça-feira, com a redução da tensão política na península coreana. A maioria deles fechou com forte elevação. Este foi o caso da Bolsa de Hong Kong, liderada pelas ações das mineradoras de carvão, que se beneficiaram das expectativas de fortes […]
EXAME.com

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Por Hélio Barboza e Ricardo Criez

Tóquio - Os mercados da Ásia se recuperaram nesta terça-feira, com a redução da tensão política na península coreana. A maioria deles fechou com forte elevação.

Este foi o caso da Bolsa de Hong Kong, liderada pelas ações das mineradoras de carvão, que se beneficiaram das expectativas de fortes vendas durante o inverno. O índice Hang Seng subiu 354,78 pontos, ou 1,6%, e terminou aos 22.993,86 pontos.

Após quatro sessões de declínio, as Bolsas da China apresentaram elevação. A alta foi influenciada pela presença de investidores em busca de ofertas de ocasião em bancos peso pesado e pela disparada das mineradoras de carvão. O índice Xangai Composto subiu 1,8% e terminou aos 2.904,11 pontos. O índice Shenzhen Composto ganhou 1,3% e encerrou aos 1.349,14 pontos.

O yuan se valorizou em relação ao dólar no fim do pregão devido à forte demanda, após o Banco Central reduzir a taxa de paridade central dólar-yuan (de 6,6623 yuans para 6,6597 yuans). No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,6589 yuans, de 6,6745 yuans do fechamento de segunda-feira.

Em Taipé, a Bolsa de Taiwan recuperou a perda da véspera com a diminuição das tensões na península coreana. O índice Taiwan Weighted ganhou 0,7% e encerrou aos 8.827,79 pontos.

Na Coreia do Sul, a redução das tensões na península garantiu a alta do índice Kospi da Bolsa de Seul, que avançou 0,8% e fechou aos 2.037,09 pontos.

O setor de matérias-primas liderou uma recuperação da Bolsa de Sydney, na Austrália, onde o índice S&P/ASX 200 avançou 0,8% e fechou aos 4.771,9 pontos.

Nas Filipinas, a procura por pechinchas levou o índice PSE da Bolsa de Manila a fechar em alta de 0,4%, terminando aos 4.091,86 pontos.

A Bolsa de Cingapura subiu levemente, recuperando parte das perdas da sessão anterior, uma vez que as tensões geopolítica na península coreana diminuíram, acalmando os investidores. O índice Straits Times ganhou 0,2% e fechou aos 3.139,85 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,9% e fechou aos 3.637,44 pontos, uma vez que os fundos estrangeiros compraram blue chips após recentes movimentos de venda, disseram traders.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, avançou 0,7% e fechou aos 1.013.19 pontos, rompendo quatro sessões consecutivas de queda. Os resultados positivos das bolsas regionais deram suporte ao sentimento, mas os ganhos foram limitados por realizações de lucros.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, teve alta de 0,6% e fechou aos 1.505,18 pontos, seguindo os ganhos na maioria dos mercados regionais, enquanto o apetite por risco aumentou uma vez que as tensões na península coreana diminuíram. Papeis de construtoras e imobiliárias lideraram os ganhos. As informações são da Dow Jones

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame