Exame Invest
Mercados

Retomada de IPOs da China deve ser adiada, diz jornal

PUBLICADO EM: 13.5.13 | 9H42
Segundo jornal oficial China Securities Journal, operações provavelmente serão adiadas até julho por preocupações com a força da economia
Bolsas da Ásia - bolsa de Xangai

Bolsas de Xangai, na China: regulador suspendeu aprovações de IPOs em outubro para ajudar a estabilizar o mercado de ações

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Xangai - A retomada das ofertas públicas iniciais (IPOs) na China, prevista para este mês ou no próximo, provavelmente será adiada até julho, em parte devido a preocupações com a força da economia, informou o jornal oficial China Securities Journal, nesta segunda-feira.

O regulador do mercado acionário suspendeu aprovações de IPOs em outubro para reduzir oferta de ações e ajudar a estabilizar o mercado de ações, e também para melhorar a qualidade das empresas que são listadas nas bolsas de valores de Xangai e Shenzhen.

O órgão regulador ainda não disse oficialmente quando os IPOs poderão ser retomados, mas muitos analistas previam que seria em maio ou junho. No entanto, o jornal publicou que provavelmente a retomada se dará no terceiro trimestre.

Participantes do mercado acreditam que o regulador pode anunciar mais medidas para melhorar mais o mecanismo de IPO, segundo o jornal.

O regulador também está preocupado com a força atual da economia, após dados de abril mostrarem sinais de fraqueza.

Cerca de 750 empresas estão atualmente à espera de aprovação do CSRC para uma listagem na China continental, com alguns analistas estimando que poderia demorar até cinco anos para algumas delas conseguirem realizar a oferta pública.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame