Exame Invest
MERCADOS

Liberdade de João de Deus pode ser decidida e tudo para ler hoje

PUBLICADO EM: 21.12.18 | 8H40
ATUALIZAÇÃO: 21.12.18 | 8H52
Médium está preso preventivamente há cinco dias, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, suspeito de crimes sexuais

João de Deus: Dias Toffoli pode avaliar processo referente ao médium ainda hoje

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

São Paulo - Leia as principais notícias desta sexta-feira, 21, para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Supremo pode decidir hoje sobre liberdade de João de Deus. Médium está preso preventivamente há cinco dias, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, suspeito de crimes sexuais.

Carlos Ghosn tem prisão prorrogada por novas acusações. Promotoria do Japão voltou a determinar a detenção do executivo e conseguiu mais 48 horas para interrogá-lo sobre suspeitas por abuso de confiança.

A dez dias da posse, futuro governo se prepara para “vida real”. Segundo especialistas ouvidos por EXAME, um choque de realidade aguarda a equipe de Jair Bolsonaro.

Risco nacionalista da gestão Bolsonaro está sendo subestimado, diz Fishlow. Um dos principais intelectuais estrangeiros que estudam o país, Albert Fishlow prevê conflito entre alas nacionalistas e liberais sem vencedor claro.

Dívidas das famílias travam consumo e tiram R$ 30 bilhões da economia. Segundo a Folha de S.Paulo, a queda lenta do endividamento retarda retomada neste ano, mostra estudo de consultoria.

Agronegócio terá "licença ambiental automática" no governo Bolsonaro. Conforme o Estadão, o escolhido por Bolsonaro para comandar o órgão ambiental defende que produtores rurais emitam sua própria licença por meio de um sistema eletrônico.

Presidente de Cuba diz que Bolsonaro tornou parte da população vulnerável. Sobre o programa "Mais Médicos", também revelou que não retornaram ao seu país 836 dos mais de 8 mil médicos cubanos.

Imprensa dos EUA diz que Trump deve retirar 7 mil militares do Afeganistão. Trump fez esta determinação ao mesmo tempo que anunciou na quarta-feira a retirada das tropas da Síria, segundo fontes do Pentágono.

No Congo, uma eleição que mexe com seu iPhone. Congo, maior produtor mundial do cobalto usado nas baterias, vai às urnas domingo escolher o sucessor de Joseph Kabila.

Política e mundo

Motorista poderá entrar digitalmente com recurso contra multa em SP. A Prefeitura de SP anunciou que o Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) vai passar a receber os recursos contra multa de trânsito via internet.

Justiça do RS faz condenação inédita por “estupro virtual de vulnerável”. TJRS condenou um estudante de medicina a 14 anos de prisão por "estupro virtual de vulnerável" e por armazenar imagens pornográficas de menores de idade.

Com 2,4 mil postos sem profissionais, Mais Médicos reabre inscrições. Os médicos inscritos na primeira etapa não apareceram para trabalhar em 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas.

PSB, PDT e PCdoB anunciam bloco de oposição na Câmara; PT fica de fora. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, reagiu com ironia à oficialização do bloco de oposição: "Se me apoiassem é que preocuparia o Brasil".

Futuro ministro Ricardo Salles indica presidentes do Ibama e do ICMBio. Foram confirmados Eduardo Bim para a presidência do Ibama e Adalberto Eberhard para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Nesta sexta-feira, serão divulgados nos Estados Unidos dados sobre Pedidos de Bens Duráveis (Nov), o PIB trimestral do país, o Índice de Preços do PIB (Trimestral), o Núcleo do Índice de Preços PCE (mensal e anual), o índice de Confiança do Consumidor Michigan, o PCE Deflator mensal e anual e o índice de gastos pessoais mensal em novembro.

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame