Exame Invest
Mercados

Vale e CSN, mesmo baratas, não convencem BlackRock e Citi

PUBLICADO EM: 4.9.12 | 9H42
As ações preferenciais da Vale caíram para a menor cotação em três anos em 30 de agosto, no pregão da Bovespa
Murilo Ferreira, presidente da Vale

Murilo Ferreira, presidente da Vale

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Londres/São Paulo - Produtoras de matérias-primas nacionais, como Vale SA e Cia. Siderúrgica Nacional SA, estão sendo negociadas aos menores múltiplos desde 1998 em comparação com as ações mais líquidas do país. Ainda assim, não estão baratas o suficiente para a BlackRock Inc. nem para o Citigroup Inc.

Com a desaceleração da demanda nacional e chinesa, fornecedores de minério de ferro e outras matérias-primas sofreram uma queda de 66 por cento nos lucros do segundo trimestre e analistas cortaram suas previsões para os resultados nos próximos 12 meses para o menor patamar em dois anos, segundo dados da Bloomberg. O Morgan Stanley previu em relatório em 28 de agosto que o minério de ferro deve estender ainda mais sua queda, que desde dezembro já chega a 32 por cento, em meio aos crescentes estoques na China, maior consumidora mundial do produto.

“Os múltiplos no setor de matérias-primas estão atraentes, mas não estamos comprando no momento”, disse Jason Press, estrategista do Citigroup para a América Latina em Nova York. “As perspectivas para os lucros ainda são incertas”, disse Press em entrevista por telefone.

O índice MSCI Brazil Materials despencou 18 por cento do começo do ano até ontem, e estava avaliado em 1,1 vez seus ativos líquidos no final de agosto, um desconto de 25 por cento em relação ao índice MSCI Brazil. Esta é a maior diferença entre os dois índices desde novembro de 1998, segundo dados compilados pela Bloomberg.

As ações preferenciais da Vale caíram para a menor cotação em três anos em 30 de agosto, no pregão de São Paulo, quando o preço do minério de ferro caiu para o menor patamar desde 2009. A queda da commodity fez a BlackRock, maior gestora de fundos do mundo, reduzir seus ativos na mineradora nos últimos meses, disse Will Landers, gestor de fundos na América Latina da empresa com sede em Nova York.

“A Vale esta sofrendo com os preços de minério na China caindo, com o mercado se questionando qual é realmente o preço de equilíbrio” pra essa commodity, disse Landers em entrevista por telefone.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame