Exame Invest
Mercados

Vexame na Copa e tensão sobre Dilma fazem Petrobras disparar

PUBLICADO EM: 9.7.14 | 12H25
Mercado volta a especular sobre a possibilidade de que a presidente Dilma Rousseff possa perder terreno na corrida presidencial; ADRs da estatal sobem forte
Dilma Rousseff

Nos próximos dias o foco começa a se voltar às eleições presidenciais

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 17MIN

São Paulo – Os ADRs (American Depositary Recepts) da Petrobras, recibos de ações da estatal listados nos Estados Unidos, disparavam 5% nesta quarta-feira na bolsa americana Nyse.

O mercado volta a especular sobre a possibilidade de que a presidente Dilma Rousseff possa perder terreno na corrida presidencial, em meio ao mau humor do brasileiro após o vexame na Copa do Mundo.

Nos próximos dias - e com o fim da Copa - o foco começa a se voltar às eleições presidenciais e novas pesquisas devem trazer a perspectiva de como estará a situação dos presidenciáveis nas urnas.

Desde início das pesquisas eleitorais para presidente da República, em março, as estatais chegaram a valorizar 32% na bolsa brasileira, após Dilma recuar nas intenções de votos. Petrobras, Eletrobras e Banco do Brasil foram dos 220 bilhões de reais para 291 bilhões em valor de mercado.

A forte alta dos ADR da Petrobras lá fora deve ser refletida no pregão de amanhã, na Bovespa. Hoje a bolsa brasileira não opera, devido ao feriado da Revolução Constitucionalista.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame