Exame Invest
Mercados

S&P 500 fecha estável após ganhos recentes

PUBLICADO EM: 13.5.13 | 18H49
Dados sobre varejo mais fortes do que o esperadom, no entanto, impediram declínios acentuados
Operador da Bolsa de Nasdaq

Wall Street: segundo dados preliminares, o índice Dow Jones recuou 0,18 %, para 15.091 pontos. O índice Standard & Poor's 500 ficou estável, em 1.633 pontos

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Nova York - As ações dos Estados Unidos fecharam com pouca variação nesta segunda-feira, fazendo uma pausa para tomar fôlego após renovar máximas históricas na semana passada.

O índice Dow Jones recuou 0,18 %, para 15.091 pontos. O índice Standard & Poor's 500 ficou estável, em 1.633 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,06 %, para 3.438 pontos.

Os ganhos em ações de saúde ajudaram a impedir um desempenho mais negativo em Wall Street, com o indicador do S&P 500 que mede o setor avançando 0,7 % e registrando a melhor performance desta sessão.

A ação da Theravance ganhou 17,9 %, para 41,20 dólares, após a fabricante de medicamentos irlandesa Elan acertar um acordo de 1 bilhão de dólares para adquirir 21 % dos royalties que a Theravance recebe da GlaxoSmithKline por seus medicamentos respiratórios.

A baixa atividade desta sessão vem após a terceira semana consecutiva de ganhos nos três principais índices acionários. O Dow Jones e o S&P 500 renovaram suas máximas históricas no fechamento na semana passada. O S&P 500 acumula alta de 14,5 % no ano até agora.

Embora alguns analistas argumentem que a tendência no longo prazo ainda é de alta, muitos afirmam que os ganhos estão perdendo força no curto prazo em função da falta de catalisadores positivos. O volume tem sido mais baixo do que a média, e a volatilidade tem sido contida nas últimas sessões.

"Essencialmente, a volatilidade intradia não existe. Significa que as pessoas estão aguardando e observando qual será a tendência", disse o presidente do Platinum Partners, Uri Landesman.

O índice de volatilidade CBOE fechou com queda de 0,3 %.

Ajudando a limitar as quedas, as vendas no varejo subiram 0,1 % em abril, melhor do que a queda de 0,3 % prevista por analistas, e voltando ao crescimento após declínio em março.

Atualizada às 18h49

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame