Exame Invest
MERCADOS

Xangai sobe, mas Fed pesa em outras bolsas asiáticas

PUBLICADO EM: 30.10.14 | 8H19
Índice Xangai Composto avançou 0,76%, a 2.391,08 pontos, o maior patamar desde 20 de fevereiro de 2013
Bolsa de Xangai

Bolsa de Xangai: índices subiram impulsionados por ações de empresas de infraestrutura

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - A bolsa de Xangai fechou no maior nível em quase 20 meses nesta quinta-feira, mas outros mercados asiáticos recuaram após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) ter sinalizado que pode elevar as taxas de juros antes do esperado.

O índice Xangai Composto avançou 0,76%, a 2.391,08 pontos, o maior patamar desde 20 de fevereiro de 2013, impulsionado por ações de empresas de infraestrutura que podem ser beneficiadas por planos de investimentos de Pequim.

Segundo a agência de notícias estatal Xinhua, o governo chinês deu aval a 64 projetos ferroviários e tem meta de investimento de 800 bilhões de yuans (US$ 131 bilhões) no setor este ano. Também repercutiu bem na China o anúncio de que a Bolsa de Xangai vai testar o sistema que interligará suas operações às do mercado de Hong Kong neste fim de semana.

Por outro lado, o Shenzhen Composto, que acompanha empresas chinesas menores, encerrou o dia com ligeira baixa de 0,03%, a 1.349,57 pontos.

Em outras partes da Ásia, os investidores de retraíram após o Fed confirmar que vai encerrar seu programa de compras de bônus e afirmar que houve significativa melhora no mercado de trabalho dos EUA, o que alimentou expectativas de que os juros básicos do país podem começar a subir mais cedo do que se imaginava.

Em Hong Kong, o Hang Seng fechou em baixa de 0,49%, a 23.702,04 pontos, enquanto o Taiex, de Taiwan, recuou 0,18%, a 8.888,07 pontos, e o índice sul-coreano Kospi perdeu 0,11%, a 1.958,93 pontos, embora a Samsung tenha saltado 4,5%, apesar da forte queda que registrou no lucro do último trimestre.

Já em Manila, o índice filipino PSEi subiu 1,1%, a 7.170,99 pontos, sustentado por papéis de bancos e do setor imobiliário.

Na Oceania, o mercado australiano foi favorecido por ações de bancos que divulgaram ou estão para publicar balanços, o que acabou compensando outra sessão de perdas no setor minerador.

O S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, subiu 0,5%, a 5.476,20 pontos, recuperando-se das pequenas perdas dos dois últimos dias.

O National Australia Bank avançou 0,8% enquanto o Australia & New Zealand Banking ganhou 1%.

Entre as mineradoras, a BHP Billiton recuou 0,7% e a Rio Tinto cedeu 0,6%. Com informações da Dow Jones Newswires.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame