Como tirar o CPF do dependente para declarar o Imposto de Renda 2021  | Exame Invest
Exame Invest
Minhas Finanças

Como tirar o CPF do dependente para declarar o Imposto de Renda 2021 

PUBLICADO EM: 2.3.21 | 13H08
Desde 2019, o CPF (Cadastro de Pessoa Física) é obrigatório para todos os dependentes dos contribuintes que precisam declarar o IR
CPF

CPF: regularização também é possível pelos Correios (SOPA Images/LightRocket via Gett)

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Desde 2019, o CPF (Cadastro de Pessoa Física) é obrigatório para todos os dependentes dos contribuintes que precisam declarar o Imposto de Renda.

Quem ainda não tem o CPF do dependente pode ir até os Correios e fazer o documento. Além da inscrição para quem não possui o documento, é possível fazer a regularização cadastral e a alteração de dados - como data de nascimento, número do título eleitoral, endereço, nome da mãe e a mudança de sexo. Anteriormente, estes serviços estavam disponíveis apenas nas unidades da Receita Federal

Você tem dúvidas na hora de declarar o Imposto de Renda? Acesse a série gratuita Seu Guia do Imposto de Renda EXAME e aprenda a declarar de forma rápida

Os interessados devem comparecer a uma agência dos Correios munido da documentação necessária (veja lista abaixo) e pagar o valor de R$ 7,00. O número do documento sai na hora. 

 Documentos necessários

  • Carteira de identidade ou certidão de nascimento que comprove a naturalidade, a filiação e a data de nascimento do solicitante;
  • Caso não haja o nome dos pais no documento de identificação, não é obrigatória a comprovação de filiação;
  • Para brasileiros com idade dos 18 aos 69 anos: título de eleitor, alistamento eleitoral, protocolo de inscrição ou certidão da Justiça Eleitoral atestando a não obrigatoriedade do alistamento eleitoral;

O Correios informou que no último ano, foram realizadas na sua rede de atendimento 3,9 milhões de inscrições ao cadastro.

O CPF é utilizado para identificar o cidadão na Receita Federal. Não é obrigatório portar o cartão, mas o número do cadastro é exigido em várias situações, principalmente em operações financeiras, como abertura de contas em bancos.

Veja abaixo as principais notícias sobre IR 2021


Recomendado para você


Leia também

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame