Exame Invest
Minhas Finanças

Saque-aniversário do FGTS: nascido em junho já pode sacar o dinheiro

PUBLICADO EM: 1.6.21 | 0H00
ATUALIZAÇÃO: 2.8.21 | 8H45
Cerca de 10 milhões de trabalhadores aderiram a modalidade de saque do fundo. Veja como sacar o dinheiro
Dinheiro

Quem aderir ao saque-aniversário continua a ter direito à multa de 40% em caso de demissão, mas perde o direito ao saque-rescisão

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Os trabalhadores nascidos em junho que aderiram ao saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já podem sacar uma parcela do benefício.

Os valores do saque-aniversário do FGTS ficam disponíveis para saque a partir do primeiro dia útil do mês de aniversário do trabalhador que optou pelo benefício até o último dia útil do segundo mês subsequente ao da aquisição do direito de saque. Ou seja, no caso dos nascidos em junho, o dinheiro poderá ser retirado até o final de agosto. 

As dívidas tiram o seu sono e você não sabe por onde começar a se organizar? A EXAME Academy mostra o caminho

Este é o último mês para nascidos em abril sacarem o benefício neste ano. Caso o trabalhador não saque o recurso até a data limite, ele volta automaticamente para a conta no FGTS.

Veja abaixo o calendário de saque-aniversário do FGTS em 2021:

Trabalhadores nascidos emMês do saque
Janeirosaques de janeiro a março
Fevereirosaques de fevereiro a abril
Marçosaques de março a maio
Abrilsaques de abril a junho
Maiosaques de maio a julho
Junhosaques de junho a agosto
Julhosaques de julho a setembro
Agostosaques de agosto a outubro
Setembrosaques de setembro a novembro
Outubrosaques de outubro a dezembro
Novembrosaques de novembro de 2021 a janeiro de 2022
Dezembrosaques dezembro de 2021 a fevereiro de 2022

O valor é debitado automaticamente da conta FGTS, conforme período para saque de acordo com o mês de aniversário, e disponibilizado no canal indicado pelo trabalhador.

O valor pode ser creditado em conta bancária em qualquer instituição financeira ou pelos canais de pagamento físico Caixa: unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, salas de autoatendimento das agências ou nos guichês de caixa das agências.

Como aderir 

A Caixa informou que mais de 10,2 milhões de trabalhadores optaram pelo saque-aniversário do FGTS. Os trabalhadores que desejam aderir ao saque-aniversário devem acessar o aplicativo FGTS, ou o site, ou internet banking da Caixa ou ir diretamente nas agências. 

O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor

Vale destacar que quem aderir ao saque-aniversário continuará a ter direito à multa de 40% em caso de demissão, mas perderá o direito ao saque-rescisão, ou seja, não conseguirá retirar o saldo total da conta do FGTS ao ser demitido. Segundo a Caixa, quem migrar para o saque-aniversário e decidir voltar à modalidade saque-rescisão poderá solicitar a reversão a qualquer momento. A alteração surtirá efeito no 1º dia do 25º mês da solicitação.

Aos trabalhadores optantes pelo saque-aniversário, é permitida a movimentação da conta do FGTS nas hipóteses previstas pela legislação, como para moradia própria, doenças graves, aposentadoria, calamidade pública e outros.

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame