Minhas Finanças

Assinatura permite ter smartphones com até 45% de desconto. Vale a pena?

PUBLICADO EM: 19.5.21 | 6H00
ATUALIZAÇÃO: 19.5.21 | 8H33
Porto Seguro, Itaú e Allugator oferecem serviço, que pode embutir seguro, por a partir de R$ 140 por mês
iphone-12-mini-pro

iPhone 12 e Samsung S21, que custam a partir de R$ 5,5 mil, são opções de produtos oferecidos

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Vive trocando de celular e quer ter sempre o último modelo disponível por um preço mais baixo? Agora você não precisa comprá-los, mas sim optar por tê-los por ao menos um ano, podendo pagar quase metade do preço do aparelho, caso opte por renovar a assinatura. É o que oferecem serviços como o Tech Fácil, da Porto Seguro, iPhone para Sempre, do Itaú, e também a startup Allugator.

Aproveitar as melhores oportunidades na bolsa exige conhecimento. Venha aprender com quem conhece na EXAME Invest Pro

A Porto Seguro foi a última a entrar no modelo de assinatura de smartphones. O Tech Fácil, de abrangência nacional, iniciou em março em parceria com a Samsung e oferece assinatura de diversos modelos do Galaxy S21 por a partir de 209 reais por mês. No caso do Galaxy S21 5G, que custa 5.499 reais, o montante pago pelo consumidor durante 12 meses equivale a 2.508 reais. Ou seja, 45,6% do valor.

Em agosto o Itaú já havia lançado, em parceria com a Apple, um programa que permitirá aos clientes trocar de iPhone por um modelo mais novo a cada 21 meses. Ao final desse período, o cliente terá pago cerca de 70% do valor do aparelho. Ou seja, terá um desconto de 30% do valor. 

Na Allugator o período de assinatura é de um ano e para iPhone 12. O valor total do plano é de 2.976,20, que parcelado em 12 vezes fica 248 reais por mês. O aparelho, novo e lacrado, é entregue gratuitamente em até 25 dias úteis.

Ao final do período, é possível optar pela compra do aparelho ao efetuar o pagamento do valor restante (o que faz o serviço se assemelhar a um leasing), renovar a assinatura sem precisar pagar o valor restante do aparelho ou simplesmente desistir de assinar. No Tech Fácil, os 45% restante do valor do aparelho pode ser pago em até três vezes.

Diferenças

Com o dobro do tempo do serviço da Porto Seguro, o prazo de dois anos, o iPhone para Sempre, do Itaú, permite maior acesso ao serviço: as mensalidades dos planos partem de 140,91 reais por mês. Por outro lado, o serviço da Porto compromete o orçamento do usuário por menos tempo.

O diferencial do Tech Fácil para os concorrentes é o seguro que vem embutido no serviço. A proteção que pode ser acionada apenas uma vez no ano e prevê uma coparticipação do consumidor no pagamento do sinistro. A participação varia de 15% a 30%, e para alguns serviços, como danos físicos, a cobrança mínima é de 150 reais.

É bom lembrar que o seguro não cobre perda e alguns tipos de danos. Neste caso, o cliente tem de pagar o valor integral do aparelho, bem como se o dano ao aparelho for irreversível e não houver garantia.

No Tech Fácil, diferente do iPhone para Sempre, o plano anual não compromete o limite do cartão de crédito. "É semelhante a uma assinatura do Spotify ou Netflix: só compromete o limite mensal", diz Marcos Loução, diretor geral de negócios financeiros e serviços da Porto Seguro.

Exigências e riscos

Mas a assinatura tem exigências. Uma delas é que, caso o consumidor resolva cancelar a assinatura antes do tempo, pode ser cobrada uma multa equivalente a 30% do valor das parcelas restantes. É o caso do Tech Fácil.

Na hora da devolução o aparelho deve estar em boas condições. Caso contrário, o consumidor terá de pagar o valor de eventuais reparos, mesmo no caso do serviço da Porto, que tem seguro embutido.

A assinatura de smartphones pode ser vista como um tipo de financiamento. Por conta disso, o consumidor precisa passar por uma análise de crédito para poder utilizar o serviço. Após liberado, o aparelho é entregue em até 15 dias úteis na Porto.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso.

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame