Exame Invest
Minhas Finanças

As ações que pagam dividendos mais indicadas para outubro

PUBLICADO EM: 2.10.20 | 11H11
Levantamento feito pela Exame mostra as ações mais recomendadas por 16 corretoras para este mês
Bolsa brasileira

Dividendos: são parcelas do lucro apurados de uma companhia e distribuídos na forma de remuneração aos acionistas

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 5MIN

As ações da Telefônica Vivo  e Taesa lideram as recomendações de corretoras para outubro entre as boas pagadoras de dividendos. Os papéis da companhia foram indicados por 8 das 16 carteiras consultadas pela EXAME

Sobre a Telefônica, os analistas destacaram a capacidade de gerar caixa da companhia mesmo em um cenário muito adverso, o que mostra que setor de telecomunicações se prova resiliente. Além disso, a venda da operação móvel da Oi, que trará mudanças importantes na dinâmica competitiva do setor, e a chegada do 5G poderão oferecer à Vivo uma oportunidade da empresa ganhar mercardo em segmentos de maior receita média por usuário.  

 

 

Em relação à Taesa, os analistas destacaram que a companhia segue focando na finalização de seus seis projetos atualmente em construção. Ademais, a gestão de crise da companhia se mostrou eficaz e os maiores efeitos da Covid-19 na empresa se limitaram a atrasos não significativos em tais projetos. 

A Taesa também anunciou a distribuição de R$ 0,64 a título de dividendo intercalar e R$0,17 de JCP a ser pago em 26 de agosto. Com o fato, o payout (porcentagem do lucro líquido distribuído) chega a 90,6% do lucro líquido ajustado.

 Veja lista completa abaixo e as recomendação de cada corretora:

AçãoRecomendação
Telefonica Vivo (VIVT4)8
Taesa (TAEE11)8
Vale (VALE3)6
Transmissão Paulista (TRPL4)6
BB Seguridade (BBSE3)5
Itaúsa (ITSA4)5
B3 (B3SA3)4
Itaúsa (ITSA4)3
Engie (EGIE3)3
Hypera (HYPE3)2
BR Distribuidora (BRDT3)2
EDP Brasil (ENBR3)1
Tenda (TEND3)1
Ecorodovias (ECOR3)1
Banco do Brasil (BBAS3)1
Cosan (CSAN3)1
Cyrela (CYRE3)1
Santander (SANB11)1
Enauta (ENAT3)1
Copasa (CSMG3)1
Sanepar (SAPR4)1
AES Tietê (TIET11)1
Cesp (CESP6)1

Ativa

Desempenho em setembro: -5,77%
Desempenho no ano: -32,74%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Hypera Pharma (HYPE3)20
Engie Brasil (EGIE3)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20
BB Seguridade (BBSE3)20

Ágora

Desempenho em setembro: -3,5%
Desempenho no ano: -10,1%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Taesa (TAEE11)20
Tenda (TEND3)20
Vale (VALE3)20
Ecorodovias (ECOR3)20

Elite

Desempenho em setembro: -5,64%
Desempenho no ano: -24,28%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
BB Seguridade (BBSE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Taesa (TAEE11)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20

Guide Investimentos

Desempenho em setembro: -4,40%
Desempenho no ano: -39,97%
Ações excluídas: Petrobras Distribuidora
Ações incluídas: Cosan

AçãoPeso (%)
B3 (B3SA3)20
Cosan (CSAN3)20
Cyrela (CYRE3)20
Engie (EGIE3)20
Vale (VALE3)20

Genial

Desempenho em setembro: -7,19%
Desempenho no ano: -28,71%
Ações incluídas: Telefonica Vivo
Ações retiradas: Eletrobras.

AçãoPeso (%)
BB Seguridade (BBSE3)20
Santander (SANB11)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20
Enauta (ENAT3)20

Modalmais

Desempenho em setembro: -5,07%
Desempenho no ano: +0,23%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Itaúsa (ITSA4)20
Banco do Brasil (BBASE3)20
Taesa (TAEE11)20
Petrobras Distribuidora (BRDT3)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20

Mycap

Desempenho em setembro: -5,91%
Desempenho no ano: -16,53%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Itaúsa (ITSA4)20
Telefonica Brasil (VIVT4)20
B3 (B3SA3)20
Cemig (CMIG4)20
Taesa (TAEE11)20

Necton

Desempenho em setembro: -5,60%
Desempenho no ano: -22,4%
Ações excluídas: BTG Pactual.
Ações incluídas: Engie.

AçãoPeso (%)
Engie (EGIE3)20
Porto Seguro (PSSA3)20
Bradesco (BBDC4)20
Vale (VALE3)20
EDP Energias (ENBR3)20

Nova Futura

Desempenho em setembro: -2,22%

Desempenho no ano: 9,54%

Não hove alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
BB Seguridade (BBSE3)20
B3 (B3SA3)20
Gerdau (GGBR4)20
Telefonica Vivo (VIVT4)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20

Planner

Desempenho em setembro: -5,81%
Desempenho no ano: -29,22%
Ações incluídas: CCR, Hypera, Porto Seguro e Taesa.
Ações retiradas: Banco do Brasil, Copasa, Ferbasa e Vivo Telefônica.

AçãoPeso (%)
CCR (CCRO3)20
Hypera (HYPE3)20
Direcional (DIRR3)20
Porto Seguro (PSSA3)20
Taesa (TAEE11)20

Quantitas

Desempenho em setembro: -4,84%
Desempenho no ano: -22,98%
Não houve alterações na carteira.

AçãoPeso (%)
Banco do Brasil (BBAS3)20
Eletrobras (ELET6)20
Taesa (TAEE11)20
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Vale (VALE3)20

Rico

Desempenho em setembro: -2,3%
Desempenho no ano: -28,78%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
MRV (MRVE3)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Copel (CPLE6)20
Itaúsa (ITSA4)20
Vale (VALE3)20

Santander

Desempenho em setembro: -4,27%
Desempenho no ano: -31,19%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Vale (VALE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
Alupar (ALUP11)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20
BB Seguridade (BBSE3)20

Terra

Desempenho em setembro: -3,75%
Desempenho no ano: -14,38%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Bradespar (BRAP4)20
B3 (B3SA3)20
Banco Brasil (BBAS3)20
Br Distribuidora (BRDT3)20
Copasa (CSMG3)20

Toro

Desempenho em setembro: -4,20%
Desempenho no ano: -10,8%
Ações incluída: Banco do Brasil.
Ação retirada: Itaúsa

AçãoPeso (%)
Vivo Telefônica (VIVT4)20
Sanepar (SAPR11)20
Banco Brasil (BBAS3)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Taesa (TAEE11)20

XP Investimentos

Desempenho em setembro: -2,5%
Desempenho no ano: -13,1%.
Ação incluída: EDP Brasil Ação retirada: Sanepar.

AçãoPeso (%)
AES Tietê (TIET11)20
Cesp (CESP6)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
EDP Energias do Brasil (ENBR3)20
Taesa (TAEE11)20

 

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame