Exame Invest
Minhas Finanças

As ações que pagam dividendos mais indicadas para setembro

PUBLICADO EM: 2.9.20 | 13H54
Levantamento feito pela Exame mostra as ações mais recomendadas por 16 corretoras para este mês
Notas de reais; dinheiro; imposto

Dividendos: Dividendos: são parcelas do lucro apurados de uma companhia e distribuídos na forma de remuneração aos acionistas

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 6MIN

As ações da Telefônica Vivo lideram as recomendações de corretoras para setembro entre as boas pagadoras de dividendos. Os papéis da companhia foram indicados por 8 das 16 carteiras consultadas pela EXAME

Os analistas destacam que a empresa é boa pagadora de dividendos e JCP e historicamente adota uma política de antecipação de proventos em relação aos seus resultados do fechamento do ano. O mercado acredita que a Telefônica deverá anunciar proventos antecipados, apesar da pandemia de coronavírus. Além disso, a ação VIVT4 mostra atratividade no nível de preço atual.

Outro destaque entre as boas pagadoras de dividendos está a Taesa, empresa de transmissão de energia. Os analistas ressaltam que em meio a um processo de expansão, em um segmento de baixo risco e bons retornos, a Taesa é uma boa opção para capturar rentabilidade e crescimento, sem grandes sustos decorrentes da volatilidade percebida em meio a pandemia.

Além disso, a companhia tem um bom histórico de distribuição de dividendos e crescimento através de aquisições, sem grandes alterações em seu nível de alavancagem. Nos últimos anos, a companhia aproveitou as oportunidades de crescimento através do desenvolvimento de novos projetos licitados em leilões, assumindo 9 projetos, dos quais 3 já foram finalizados e entraram em operação recentemente. Os seis demais projetos em desenvolvimento devem entrar em operação ao longo dos próximos 2 anos, agregando receita anual da ordem de R$ 570 milhões.  Além dos projetos, a companhia continua atenta a oportunidades de aquisição, tendo executado transações recentemente, sem que afetasse sua política de distribuição de dividendos. 

Veja lista completa abaixo e as recomendação de cada corretora:

AçãoRecomendação
Telefonica Vivo (VIVT4)8
Taesa (TAEE11)7
Vale (VALE3)6
Itaúsa (ITSA4)6
BB Seguridade (BBSE3)5
Transmissão Paulista (TRPL4)6
Itaú Unibanco (ITUB4)4
B3 (B3SA3)4
BR Distribuidora (BRDT3)3
Tenda (TEND3)3
Engie (EGIE3)2
Sanepar (SAPR11)2
Banco do Brasil (BBASE3)2
Hypera (HYPE3)1
Ecorodovias (ECOR3)1
Enauta (ENAT3)1
Cyrela (CYRE3)1
Santander (SANB11)1
Cemig (CMIG4)1
BTG Pactual (BPAC11)1
Porto Seguro (PSSA3)1
Bradesco (BBDC4)1
Gerdau (GGBR4)1
Bradespar (BRAP4)1
Copasa (CSMG3)1
Cesp (CESP6)1
Direcional (DIRR3)1
Ferbasa (FESA4)1
Eletrobras (ELET6)1
Eletrobras (ELET3)1
MRV (MRVE3)1
Alupar (ALUP11)1

 

 

 

Ativa

Desempenho em agosto: -7,72%
Desempenho no ano: -28,61%
Não houve alteração na carteira.

 

AçãoPeso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Hypera Pharma (HYPE3)20
Engie Brasil (EGIE3)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20
BB Seguridade (BBSE3)20

Ágora

Desempenho em agosto: -6,4%
Desempenho no ano: -6,2%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Taesa (TAEE11)20
Tenda (TEND3)20
Vale (VALE3)20
Ecorodovias (ECOR3)20

Elite

Desempenho em julho: -6,96%
Desempenho no ano: -19,75%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
BB Seguridade (BBSE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Taesa (TAEE11)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20

Guide Investimentos

Desempenho em agosto: -7,84%
Desempenho no ano: -37,21%
Ações excluídas: Cemig (CMIG4), Cyrela (CYRE3) e Itaúsa (ITSA4)
Ações incluídas: Petrobras Distribuidora (BRDT3), BTG Pactual (BPAC11) e Engie (EGIE3).

AçãoPeso, em %
B3 (B3SA3)20
Petrobras Distribuidora (BRDT3)20
Cyrela (CYRE3)20
Engie (EGIE3)20
Vale (VALE3)20

Genial

Desempenho em agosto: -2,92%
Desempenho no ano: -23,17%
Ações incluídas: Santander (SANB11) e Transmissão Paulista (TRPL4)
Ações retiradas: Itaúsa (ITSA4) e Taesa (TAEE11).

AçãoPeso, em %
BB Seguridade (BBSE3)20
Santander (SANB11)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Eletrobras (ELET3)20
Enauta (ENAT3)20

Modalmais

Desempenho em agosto: -5%
Desempenho no ano: 5,30%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
Itaúsa (ITSA4)20
Banco do Brasil (BBASE3)20
Taesa (TAEE11)20
Petrobras Distribuidora (BRDT3)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20

Mycap

Desempenho em agosto: -7,35%
Desempenho no ano: -11,29%.
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
Itaúsa (ITSA4)20
Telefonica Brasil (VIVT4)20
B3 (B3SA3)20
Cemig (CMIG4)20
Taesa (TAEE11)20

Necton

Desempenho em agosto: 1,68%
Desempenho no ano: -15,7%
Ações excluídas: Anima e Hermes Pardini.
Ações incluídas: Randon e Guararapes.

AçãoPeso, em %
BTG Pactual (BPAC11)20
Porto Seguro (PSSA3)20
Bradesco (BBDC4)20
Vale (VALE3)20
EDP Energias (ENBR3)20

Nova Futura

Desempenho em agosto: -3,44%
Desempenho no ano: -7,49%
Não hove alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
BB Seguridade (BBSE3)20
B3 (B3SA3)20
Gerdau (GGBR4)20
Telefonica Vivo (VIVT4)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20

Planner

Desempenho em agosto: -5,16%
Desempenho no ano: -24,86%
Ações incluídas: Banco do Brasil (BBAS3) Copasa (CSMG3) Direcional (DIRR3) Ferbasa (FESA4) Vivo Telefônica (VIVT4)
Ações retiradas: BB Seguridade (BBSE3) Atacadão (CRFB3) Odontoprev (ODPV3 ) Santander (SANB11) e Tegma (TGMA3)

AçãoPeso, em %
Banco do Brasil (BBASE3)20
Copasa (CSMG3)20
Direcional (DIRR3)20
Ferbasa (FESA4)20
Vivo Telefônica (VIVT4)20

Quantitas

Desempenho em agosto: -4,36%
Desempenho no ano: -19,06%
Não houve alterações na carteira.

AçãoPeso, em %
Banco do Brasil (BBAS3)20
Eletrobras (ELET6)20
Taesa (TAEE11)20
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Vale (VALE3)20

Rico

Desempenho em agosto: -6,5%
Desempenho no ano: -25%
Ações excluídas: Eletrobras (ELET6) e Taesa (TAEE11)
Ações incluídas: Vale (VALE3) e ALUP11.

AçãoPeso, em %
MRV (MRVE3)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Copel (CPLE6)20
Itaúsa (ITSA4)20
Vale (VALE3)20

Santander

Desempenho em agosto: -6,45%
Desempenho no ano: -28,13%
Ações excluídas Eletrobras:(ELET6) e Taesa (TAEE11)
Ações incluídas: Vale (VALE3) e Alupar (ALUP11).

AçãoPeso, em %
Vale (VALE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
Alupar (ALUP11)20
Telefônica Vivo (VIVT4)20
BBSE3 (BBSE)20

Terra

Desempenho em agosto: -5,10%
Desempenho no ano: -14,38%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
Bradespar (BRAP4)20
B3 (B3SA3)20
Banco Brasil (BBAS3)20
Br Distribuidora (BRDT3)20
Copasa (CSMG3)20

Toro

Desempenho em agosto: -5,10%
Desempenho no ano: 6,9%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
Vivo Telefônica (VIVT4)20
Sanepar (SAPR11)20
Itaúsa (ITSA4)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Taesa (TAEE11)20

XP Investimentos

Desempenho em agosto: -4,1%.
Desempenho no ano: -13,1%.
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso, em %
AES Tietê (TIET11)20
Cesp (CESP6)20
Transmissão Paulista (TRPL4)20
Sanepar (SAPR11)20
Taesa (TAEE11)20

 

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame