Exame Invest
Minhas Finanças

Caixa reabre calendário do PIS 2019/2020

PUBLICADO EM: 9.7.20 | 14H33
Quem não sacou o abono salarial referente ao exercício 2019 terá uma nova oportunidade
dia-livre-de-impostos-pandemia

Abono salarial: o valor do abono pode chegar a 1 salário mínimo (Getty Images)

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Os trabalhadores que não sacaram o abon até o dia 29 de maio terão uma nova oportunidade. A Caixa liberou  novamente o saque do abono salarial referente àquele exercício. 

O calendário tem início no dia 16 de julho e vai até dia 30 de junho de 2021 e segue o mês de nascimento do trabalhador. As datas são as mesmas para o saque do calendário 2020/2021. Veja abaixo:

Nascido emRecebem a partir de
Julho16 de julho de 2020
Agosto18 de agosto de 2020
Setembro15 de setembro de 2020
Outubro14 de outubro de 2020
Novembro17 de novembro de 2020
Dezembro15 de dezembro de 2020
Janeiro19 de janeiro de 2021
Fevereiro19 de janeiro de 2021
Março11 de fevereiro de 2021
Abril11 de fevereiro de 2021
Maio17 de março de 2021
Junho17 de março de 2021

Os beneficiários poderão sacar com o cartão do cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, Caixa Aqui ou agências, de acordo com o calendário de pagamento escalonado por mês de nascimento.

Quem tem direito ao Abono Salarial

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O valor do abono pode chegar a 1 salário mínimo (R$ 1.045) e é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Recebem o Abono Salarial na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. As pessoas que trabalham no setor público possuem inscrição Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil.

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame