Exame Invest
Minhas Finanças

Dólar chega a R$ 4 e casas de câmbio paralisam as vendas

PUBLICADO EM: 18.5.17 | 11H10
ATUALIZAÇÃO: 18.5.17 | 17H05
Negociações estão suspensas em diversos sites de corretoras e redes operam com taxa fixa. Compra deve ser feita apenas em caso de emergência
Pacote de notas de cinco dólares dos Estados Unidos

Cédulas de dólar: alta volatilidade fez com que casas operassem com taxas fixas

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - Casas de câmbio vendem dólar na manhã desta quinta-feira (18) a um preço fixo que atinge 4 reais. É o caso da Ourominas.

A taxa passou a ser fixa porque as corretoras alegaram impossibilidade de fixar a cotação do dólar, mas não quiseram deixar de atender quem precisa comprar moedas com urgência porque tem viagens marcadas para hoje.

A dificuldade de fixar um preço para a moeda acontece por conta do aumento da volatilidade da cotação, causado pelas denúncias contra Michel Temer feita pelos delatores da JBS, divulgadas na noite desta quarta-feira (17) e que podem causar o impeachment do presidente.

A alta volatilidade fez com que as corretoras suspendessem por tempo indeterminado a venda de dólar em seus sites nesta manhã.  A Confidence e a Ourominas passaram a negociar a moeda a um preço fixo apenas em suas lojas e por telefone.

A Confidence chegou a recomendar aos clientes que postergassem a compra da moeda, se possível, até que houvesse uma definição do mercado.

Site da Confidence

Site da Confidence: venda pelo site foi paralisada na manhã desta quinta-feira (18) (./Reprodução)

Outras corretoras, como a Cotação, estavam com sites fora do ar. O consumidor encontrava dificuldades para acessar até o site que permite comparar o preço de moedas nas casas de câmbio, o Melhorcambio.

Nos correspondentes que continuavam a vender a moeda americana em seus sites, como a Bee Câmbio, o dólar turismo vale 3,62 reais, sem o custo do IOF. O dólar comercial operava em alta de quase 10% no início do pregão desta quinta, chegando a 3,43 reais. Para controlar a alta da moeda, entre 10h40 e 10h50, o Banco Central realizou intervenções no mercado.

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame