Exame Invest
Minhas Finanças

Dinheiro parado na conta rende 100% do CDI nas fintechs. Vale a pena?

PUBLICADO EM: 20.8.20 | 13H52
ATUALIZAÇÃO: 20.8.20 | 15H03
Fintechs e bancos digitais oferecem rentabilidade de até 100% do CDI para os clientes
NuConta, conta digital do Nubank

Nuconta: conta digital do Nubank oferece 100% de rentabilidade do CDI

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Os bancos digitais e as fintechs oferecem conta com rendimento do CDI. Em alguns casos, como Nubank e PicPay, o rendimento é automático, ou seja, o cliente não precisa optar por esse tipo de investimento, basta deixar o dinheiro na conta que ele passa a render. Atualmente, com a Selic em 2% ao ano, o rendimento do CDI é 1,89%. Será que esse tipo de investimento vale a pena? 

Para Juliana Machado, analista de fundos da EXAME Research, esse tipo de investimento é vantajoso em uma situação: guardar dinheiro para formar a reserva de emergência. Para quem é registrado pela CLT, a orientação é que seja guardado entre três e seis meses de salário. Já para os trabalhadores autônomos, a indicação é ter um ano de salário guardado. “Esse tipo de investimento tem a rentabilidade muito magra. Serve para que a pessoa possa guardar dinheiro. É melhor do que optar pela poupança.”  

Segundo Nélio Costa, planejador financeiro pela Planejar, atualmente, o rendimento do CDI é 42% maior do que a poupança, o que já torna as “contas remuneradas” mais atrativas. Além disso, vale lembrar que a rentabilidade da poupança está negativa, ou seja, perde para a inflação. Quem deixa o dinheiro na poupança perde poder de compra. “Essas contas com rendimento do CDI são uma alternativa fácil e que está disponível para todos. É um passo inicial para quem quer começar a investir e perder o medo. Ajuda na formação do investidor.”

O planejador sugere ainda que esse tipo de conta seja usado quando o investidor não sabe ao certo o que fazer com o dinheiro e está estudando sobre outros tipos de investimento. “Deixa lá, enquanto decide como aplicar.”

Cuidados 

Apesar destas contas serem melhor do investir na poupança, antes de optar por esse tipo de investimento a pessoa deve avaliar algumas questões. A primeira é o risco de crédito que existe, ou seja o risco do emissor não honrar com o pagamento. 

“Sempre existe um risco. O investidor tem de colocar na balança. É melhor tomar um risco soberano, no caso da aplicação no Tesouro, ou risco de crédito? Com certeza, o risco soberano”, acrescenta Juliana Machado. 

Outra atenção que o investidor deve ter é olhar se o investimento nas contas com pagamento do CDI é coberto pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Este fundo garante a devolução dos valores em caso de insolvência (incapacidade de pagar) da instituição financeira. O FGC cobre até 250.000 reais por CPF e por instituição financeira. Esse tipo de informação está na página do Banco Central e no site das próprias fintechs. 

Por fim, essas contas não estão livres do imposto de renda. O IR incide sobre o rendimento e não sobre o que foi aplicado.  A alíquota pode variar de 22,5% a 15%, dependendo do prazo de resgate do dinheiro 

Além disso, há a cobrança de IOF, quando há retirada de dinheiro da conta em casos de transferências, pagamento de fatura e pagamento de boleto, por exemplo. 

Contas digitais

Veja abaixo o que as contas oferecem: 

  • Nubank: rentabilidade de 100% do CDI para qualquer valor aplicado. Os rendimentos acontecem todo dia útil e têm liquidez diária.
  • PagSeguro: rentabilidade de 100% do CDI para saldo até 1.000 reais quando o dinheiro for mantido por 30 dias. O valor que ultrapassar 1.000 reais passa a render 5% do CDI.
  • Banco Original: rentabilidade de 10% do CDI nos 30 primeiros dia, a partir do 30º dia, a remuneração é de 100% do CDI.
  • Banco Neon: o investimento mínimo é de 10 reais. O pagamento da rentabilidade pode variar entre 95% e 101% do CDI, dependo do prazo. Em permanência de até 180 dias, a rentabilidade é de 95%; de 181 a 360 dias, 96%; de 361 a 540 dias, 97%; de 541 a 720 dias, 99%; acima de 901 dias, 101%.
  • PicPay: saldo rende 100% do CDI a partir de qualquer valor em carteira.
  • Banco Inter: rende até 100% do CDI para investimento mínimo de 100 reais.

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame