Exame Invest
Minhas Finanças

Easynvest inicia no mercado de crédito com empréstimo a partir de R$ 1 mil

PUBLICADO EM: 25.9.20 | 10H00
Os empréstimos terão taxa de juro de 1,5% ao mês e prazo de pagamento em até 36 meses.

Easynvest: 20% dos clientes da corretora têm crédito tomado no mercado

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A corretora Easynvest anunciou nesta sexta-feira, 25, que passará a oferecer crédito aos clientes por meio do Easycred. São empréstimos a partir de 1.000 reais com taxa de juro de 1,5% ao mês e prazo de pagamento em até 36 meses. Por se tratar de um produto lastreado, não será feito nenhuma análise de crédito tradicional, como consulta ao Serasa ou SPC (Serviço de Proteção ao Crédito).

A funcionalidade vem sendo testada na base de clientes da Easynvest desde agosto e os empréstimos somam 430 mil reais. Do total, 46% foram de até R$ 2 mil, o que reforça a procura por pequenos volumes de dinheiro para a resolução de problemas emergenciais. “ Miramos um público amplo, que recorre a pequenos valores para pagar contas, quitar dívidas, etc., mas que acaba pagando muito caro por este crédito”, explica Ramon Martinez Neto, head de crédito da Easynvest.   

Segundo pesquisa interna da Easynvest, entre os mais de 1,5 milhão de clientes, 20% têm crédito tomado no mercado. Deste montante, 40% possuem créditos considerados caros, como rotativo do cartão de crédito ou cheque especial. “É um volume significativo e que indica um potencial de crescimento enorme, a partir de alternativas mais baratas que muitas vezes não chegam a este público”, diz Neto.  

A Easynvest destacou ainda que o projeto de oferta de crédito foi desenvolvido antes do anúncio da aquisição da corretora pelo Nubank e já está disponível aos clientes da Easynvest. A expectativa é de que o serviço ganhe robustez após a provável aprovação da compra pelos órgãos reguladores — Banco Central e Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame