Minhas Finanças

Easynvest isenta taxa de corretagem para investir em ações

PUBLICADO EM: 23.2.17 | 15H06
ATUALIZAÇÃO: 19.7.18 | 11H21
A corretora também lançou um aplicativo para compra e venda de ações, com foco em capturar novos investidores interessados em ingressar na Bolsa
Gerente do mercado de ações

Imagem da Editoria Exame Invest
Júlia Lewgoy



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

São Paulo - A corretora Easynvest deixou de cobrar taxa de corretagem mensal de quem investe em aplicações de renda variável, como ações e fundos de índice, e lançou um aplicativo para compra e venda de ações, o Easynvest Trade.

Com a iniciativa, a corretora pretende capturar novos investidores interessados em ingressar na Bolsa. Antes, a taxa mínima de corretagem para investir em renda variável era fixada em 30 reais por mês. Agora, os investidores pagam somente uma taxa por ordem realizada, de 10 reais.

A proposta da corretora é tornar as ações mais acessíveis a quem apenas quer experimentar o investimento, em um momento de queda na taxa básica de juros, a Selic, e de melhora nas expectativas em relação à Bolsa.

“A ideia é facilitar o investimento em ações para um público que ainda não conhece as particularidades desse mercado”, explica Amerson Magalhães, diretor da Easynvest.

No entanto, é preciso cautela para quem ainda é um investidor iniciante. “Não queremos incentivar ninguém a sair da poupança para as ações. Esse é um mercado para quem já tem sua reserva de emergência em renda fixa e pode enfrentar um pouco mais de risco para diversificar seus investimentos”, alerta Magalhães.

A Easynvest também não cobra taxa de corretagem para aplicações de renda fixa, como Tesouro Direto, CDBs e LCs, entre outras.

Por enquanto, o aplicativo Easynvest Trade está disponível somente para usuários de iPhone, mas a versão para Android deve ser lançada em março.

Imagem da Editoria Exame Invest
Júlia Lewgoy


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame