Exame Invest
Minhas Finanças

Ministério da Cidadania cria site para devolução do auxílio de R$ 600

PUBLICADO EM: 18.5.20 | 15H55
Na última semana, o Ministério da Defesa afirmou que 73.242 militares das Forças Armadas receberam o auxílio emergencial indevidamente
Lançamento do aplicativo CAIXA Auxílio Emergencial

Auxílio emergencial: uma parcela dos inscritos no programa ainda não receberam os R$ 600 iniciais (Marcello Casal JrAgência Brasil)

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

O Ministério da Cidadania lançou um site nesta segunda-feira, 18, para quem quiser devolver o auxílio emergencial no valor de 600 reais. O endereço é devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br

Para devolver o benefício basta inserir o CPF e emitir uma guia de recolhimento com código de barras que pode ser paga nos canais de atendimento do Banco do Brasil, como a internet, terminais de autoatendimento, além dos guichês de caixa das agências.

Até o momento, cerca de 51 milhões de pessoas já receberam o auxílio e a expectativa é de que chegue em 59 milhões de pessoas ao final do mês de maio. 

Pagamento indevido

Na última semana, o Ministério da Defesa informou que 73.242 militares das Forças Armadas, incluindo ativos, inativos, de carreira e temporários, pensionistas, dependentes e anistiados receberam indevidamente o auxílio emergencial.

EXAME Research — 30 dias grátis da melhor análise de investimentos

Em nota, a pasta informou que os comandos das três Forças (Aeronáutica, Marinha e Exército) abriram processo para investigar a participação de cada um de seus integrante em possíveis irregularidades e que os valores recebidos de forma indevida serão devolvidos à União.

Em live realizada pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou que os militares que receberam  os 600 reais terão de devolver o valor e serão punidos.Como ano passado eles não declararam renda, eles se inscreveram como beneficiários e receberam os R$ 600. Só que foram descobertos, e no nosso meio, quando o cara faz algo errado, o bicho pega. Vão devolver essa grana e vão sofrer punição disciplinar. Alguns recrutas quiseram dar um golpe e se deram mal, vão pagar um preço um pouco alto.”

Pagamento do auxílio 

A Caixa deu início nesta segunda-feira ao pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial. Os primeiros a receber são os beneficiários do Bolsa Família.

Entretanto, uma parte dos inscritos no programa ainda não recebeu a primeira parcela. A expectativa é que um grupo formado por mais de 8,3 milhões de brasileiros recebam o valor entre os dias 19 e 29 de maio. 

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame