Exame Invest
Minhas Finanças

Moedas de R$ 1 das Olimpíadas de 2016 são vendidas por até R$ 160

PUBLICADO EM: 12.5.17 | 17H44
ATUALIZAÇÃO: 12.5.17 | 17H57
Na internet, vendedores chegam a pedir 399 reais pela coleção completa com 17 moedas
Moeda de R$ 1 em homenagem às Olimpíadas

Moeda de R$ 1 em homenagem às Olimpíadas: moeda rara vem se valorizando entre colecionadores

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo – As moedas de 1 real comemorativas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 vêm se valorizando e já são vendidas por até 160 reais em sites como o MercadoLivre.

Como a emissão dessa moeda pelo Banco Central foi limitada e a mais antiga foi lançada há quase cinco anos, está cada vez mais difícil encontrá-las. Consequentemente, o preço pago pelos colecionadores tende a aumentar. Portanto, para quem tem uma moeda dessas perdida em casa, vendê-la a colecionadores pode ser um bom negócio.

Pela coleção completa, composta por 17 moedas, os vendedores chegam a pedir 399 reais. Neste caso, as 17 moedas vêm emolduradas em um quadro personalizado.

O Banco Central lançou 16 moedas de 1 real comemorativas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016 a partir de 2014. A tiragem autorizada para cada uma foi de 20 milhões de unidades.

O lançamento de 16 moedas foi feito em quatro séries: em novembro de 2014 (atletismo, natação, golfe, paratriatlo), em abril de 2015 (basquete, vela, paracanoagem e rugby), em agosto de 2015 (futebol, vôlei, atletismo paralimpico e judô) e em março de 2016 (boxe, natação paralímpica, mascote olímpico e mascote paralímpico).

A 17ª medalha da coleção foi lançada em 2012, em homenagem à entrega da bandeira olímpica ao Brasil. É a mais rara e, consequentemente, mais valiosa.

Ouro e Prata

Por causa da Rio-2016, junto com as moedas de circulação comum comemorativas, o Banco Central também lançou, desde 2012, 17 moedas de prata e 4 de ouro. A diferença dessas unidades para as outras, além do metal em que foram cunhadas, é que elas foram produzidas para serem vendidas exclusivamente pelo Banco do Brasil como item de colecionador.

As moedas da Rio-2016 cunhadas em ouro e prata não estão mais à venda no site do banco desde o final do ano passado. As de ouro custavam 1.180 reais cada uma e tinham valor de face de 10 reais, já as de prata custavam 195 reais e tinham valor de face de 5 reais.

Na internet, além das moedas de circulação comum, ainda é possível encontrar as peças da Rio-2016 cunhadas em prata e ouro. Mas os preços são mais altos do que os que eram cobrados pelo banco. Em alguns casos, as moedas de ouro chegam a ser vendidas por 2,5 mil reais.

Veja todas as opções de moedas disponíveis no site do Banco do Brasil.

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame