Exame Invest
Minhas Finanças

Os produtos com os maiores descontos na Black Friday

PUBLICADO EM: 10.11.17 | 12H00
Pesquisa mostra as categorias que tiveram as maiores promoções em 2016. Veja como aproveitar a Black Friday sem destruir o orçamento
promoções do Dia do Consumidor

Black Friday 2017: Planeje as compras para que elas não se tornem pesadelo no futuro (Getty Images/iStockphoto)

Imagem da Editoria Exame Invest
Júlia Lewgoy



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

São Paulo - A tentação é grande para aproveitar as promoções da Black Friday, que acontece no dia 24 de novembro. Por isso, planejamento é essencial controlar os impulsos e evitar que as compras se transformem em um pesadelo para o orçamento no futuro.

Pensando nisso, EXAME.com mostra a seguir as dez categorias de produtos que tiveram a maior média de desconto em 2016, elaborada pelo site comparador de preços Zoom. Nada garante que essa lista vai se repetir este ano, mas ela pode servir de base para planejar as compras.

ProdutoDesconto médio (%)
1. Top e camisete68
2. Ferragem61
3. Saia esportiva50
4. Bracelete50
5. Meia infantil41
6. Roupa esportiva41
7. Máquina de sorvete38
8. Batedor32
9. Corretivo facial25
10. Pen drive24

Em geral, os produtos mais procurados não são os que têm as maiores ofertas. Por isso, confira a seguir o desconto médio dos produtos mais buscados em 2016, para avaliar se vale a pena comprar aquele smartphone ou TV em promoção:

ProdutoDesconto médio (%)
1. Celular e smartphone9
2. TV9
3. Notebook9
4. Geladeira9
5. Console de video game8
6. Lavadoura de roupa9
7. Tênis12
8. Fogão6
9. Sofá2
10. Livro19

Como se planejar

Antes de encarar a Black Friday, organize seu orçamento. Faça as contas de todas as dívidas que já possui e dos gastos planejados para os próximos meses, como viagem de férias, matrícula e material escolar, IPVA, IPTU e seguro do carro.

“Nem sempre o preço acessível cabe no orçamento. Olhe para o futuro para saber se é possível comprar nesse momento, para não se endividar lá na frente”, orienta a gerente do Serasa Consumidor, Carolina Aragão.  

Depois, faça uma lista de todos os produtos que gostaria de comprar, pesquise preços e estabeleça limites de valores que cabem no orçamento.

Sites comparadores de preços como o Zoom, o Buscapé e o Bondfaro oferecem ferramentas para monitorar o histórico dos valores dos produtos. Assim, dá para saber se a empresa aumentou o preço nos dias anteriores à Black Friday e maquiou o desconto.

“Só faz sentido apertar um pouco o orçamento para comprar algo que vale a pena de verdade”, ensina Carolina.

No dia da Black Friday, para identificar se a compra é por impulso, se pergunte desde quando você deseja aquele item.

“Reflita se aquele produto vai trazer bem estar e se faz sentido na sua realidade. Se não tiver certeza, amadureça sua vontade e não compre no calor do momento. O mundo não vai acabar na Black Friday e vão surgir novas oportunidades”, aconselha o planejador financeiro Jaques Cohen, certificado pela Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar).

Se tiver que parcelar a compra, escolha o menor número de parcelas possível para não se atrapalhar com as contas no futuro. Não esqueça de incluir o valor da parcela no seu planejamento de orçamento mensal.

Imagem da Editoria Exame Invest
Júlia Lewgoy


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame