Exame Invest
Minhas Finanças

Site reúne investimentos que pagam até 116% da taxa DI

PUBLICADO EM: 6.11.15 | 4H00
Poupa Brasil oferece títulos de renda fixa emitidos por 12 instituições financeiras. Conheça
Pote com moedas

Poupa Brasil oferece títulos de renda fixa emitidos por 12 instituições financeiras

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 12MIN

São Paulo - O site Poupa Brasil, nova plataforma de investimentos criada pela Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), oferece Recibos de Depósitos Bancários (RDBs) de diferentes instituições, que chegam a pagar até 116% da taxa DI.

O título é muito semelhante aos Certificados de Depósitos Bancários (CDBs), mas possui algumas restrições maiores em relação aos prazos e resgates dos valores investidos (veja mais detalhes abaixo).

A rentabilidade de 116% da taxa DI é superior à da poupança, de títulos públicos comercializados pelo programa Tesouro Direto e dos Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) de grandes bancos, que pagam, em média, entre 80% e 90% da taxa DI (saiba mais sobre a taxa DI).

O Poupa Brasil se concentra apenas na oferta de RDBs e não pretende, ao menos por enquanto, disponibilizar outros investimentos. Atualmente, a plataforma reúne RDBs de 12 instituições financeiras: dois bancos e dez financeiras de diferentes portes.

Os investimentos nos RDBs do site partem de mil reais e possuem prazos que variam de seis meses a quatro anos, sendo que, quanto maior o prazo, maior é a rentabilidade do título.

Os títulos oferecidos no site têm remuneração pós-fixada, o que significa que são corrigidos por um indicador, no caso a taxa DI. Como a taxa tem comportamento semelhante à taxa básica de juros (Selic), que está atualmente em um patamar alto (14,25% ao ano), a aplicação é considerada atrativa e de baixo risco.

O que é

Assim como no caso dos CDBs, ao aplicar em um RDB o investidor empresta dinheiro para a instituição financeira e em troca obtém uma remuneração, a ser paga em um prazo pré-determinado. Mas há algumas diferenças importantes entre os dois títulos.

Enquanto o CDB só é oferecido por bancos, o RDB também pode ser emitido por financeiras. Uma desvantagem do RDB com relação ao CDB é que o título não pode ser negociado no mercado secundário, isto é, não pode ser revendido pelo investidor, o que diminui a sua liquidez (característica que define a facilidade de converter o título em dinheiro).

Apesar de o título não poder ser negociado ou transferido, o Poupa Brasil permite que a aplicação possa ser resgatada a qualquer momento, de forma parcial ou total. No entanto, ao fazer o saque antes do prazo a rentabilidade cai para 90% da taxa DI, em qualquer prazo.

Nesse caso, o retorno ainda será maior do que o oferecido pela poupança, mas pode ser menor do que o de CDBs emitidos por bancos de médio porte, por exemplo, que costumam pagar mais de 100% da taxa DI.

Aplicações em RDBs sofrem o desconto do Imposto de Renda, uma desvantagem em relação a Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), que são isentas de imposto.

A tributação é feita pela tabela regressiva do IR, segundo a qual aplicações com prazo de até 180 dias são tributadas à alíquota de 22,5%; de 181 dias a 360 dias o imposto cai para 20%; de 361 a 720 dias vai para 17,5%; e acima de 721 dias é aplicada a menor alíquota, de 15%.

Como investir

Para aplicar no Poupa Brasil, basta que o investidor faça um cadastro, que será aceito nas 12 instituições financeiras associadas à plataforma de investimentos.

Após preencher o formulário, será necessário inserir o valor que deseja investir e escolher o prazo da aplicação. É possível realizar simulações dos retornos dos investimentos e compará-los aos de outras aplicações na própria página da plataforma.

Não é possível escolher a instituição financeira na qual o dinheiro será aplicado, pois o Poupa Brasil distribui automaticamente os investimentos entre as instituições financeiras associadas. “O objetivo é que todos consigam captar recursos”, diz o CEO da plataforma, Cláudio Ferro.

Após a escolha da instituição financeira, o Poupa Brasil enviará ao investidor a conta da instituição financeira na qual os recursos deverão ser depositados. Ao realizar a transferência dos valores, o investidor terá de cadastrar o comprovante no sistema do Poupa Brasil.

Confirmada e registrada a operação pelo banco, o comprovante da aplicação poderá ser consultado pela página da plataforma, por meio de login e senha. O Poupa Brasil não cobra taxas dos investidores nas operações.

Investimentos têm proteção

É possível aplicar em RDBs oferecidos pelo Poupa Brasil apenas até o limite de 100 mil reais por instituição financeira associada à plataforma.

O objetivo é garantir que o investimento esteja coberto pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) em caso de quebra da instituição financeira.

De acordo com as regras do FGC, o limite de cobertura por instituição financeira é de 250 mil reais. Mas esse valor deve incluir os juros acumulados na aplicação.

Como aplicações mais longas podem acumular mais juros, o Poupa Brasil optou por permitir aplicações de, no máximo, até 100 mil reais por instituição. Para investimentos superiores a esse valor, a plataforma de investimentos direciona automaticamente o valor excedente para outra instituição associada.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame