Exame Invest
Invest Pro

Mercado de opções: o que é e como investir

PUBLICADO EM: 24.2.21 | 9H24
ATUALIZAÇÃO: 26.2.21 | 17H43
Segundo especialistas, este pode ser o melhor instrumento para proteger seus investimentos e lucrar com a volatilidade da bolsa
melhores opções de ações

Mercado de Opções: volatilidade da bolsa pode ser aliada do investidor neste modelo de investimento

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Confundido por algumas pessoas com o mercado de ações, o mercado de opções oferece diferentes vantagens ao investidor. Isso porque, ao adquirir uma opção, o comprador (chamado de titular neste tipo de operação) garante que poderá investir no futuro a um preço pré-determinado, diferentemente de quem adquire uma ação, que passa a ter na mesma hora parte da companhia, como um investidor direto.

Por que investir em opções

Quando o titular adquire uma opção, ele está comprando do lançador, que é quem sempre realiza a venda da opção. Os direitos de compra e venda de ações no mercado de opções possuem sempre preços e prazo pré-fixados. Ou seja, a compra de opções protege o investidor de, no futuro, ter que pagar um valor maior em uma empresa do que aquele pelo qual está sendo negociado atualmente.

O mercado de opções faz parte do mercado de derivativos. Nele, o investidor realiza contratos que, como o próprio nome diz, derivam grande parte de seu valor de um outro ativo. De acordo com Jerson Zanlorenzi, head de derivativos do BTG Pactual, quem investe em opções consegue se proteger das oscilações do mercado.

Você sabe qual é a estratégia que mais se beneficia da volatilidade do mercado? Opções. Aprenda operar neste mercado com o curso da Exame Academy

Como funciona o mercado de opções

O titular e o lançador não negociam literalmente o ativo a princípio, e, sim, o prêmio. O prêmio consiste no valor que garante o direito sobre a compra ou a venda de um ativo-objeto (valor mobiliário sobre o qual se cria um contrato derivativo).

O ativo-objeto pode ser desde uma ação até uma moeda. O valor de venda ou compra deve ser acordado no instante em que é realizado o contrato, denominado strike price (preço exercido).

Para quem é recomendado

Zanlorenzi destaca que o mercado de opções não é muito indicado para investidores que possuem pouca experiência na bolsa de valores.

"O mercado de opções possui algumas particularidades de risco e por isso é indicado para investidores que já possuem conhecimento prévio do mercado e além disso possuem um maior apetite a risco", diz o especialista.

Riscos das opções

O head de derivativos do BTG também afirma que, por terem prazo definido de validade e serem derivativos, as opções possuem maior volatilidade e isso pode representar, consequentemente, um risco maior.

"Por essa razão, a operação em opções pode apresentar resultados muito negativos de forma rápida", afirmou especialista.

Aula exclusiva sobre opções

Em live realizada na última segunda-feira, 22, a EXAME Invest apresentou uma aula gratuita e exclusiva sobre o mercado de opções com Jerson Zanlorenzi, do BTG, e Julia Severo, da EXAME Academy.

O especialista do BTG Pactual, que possui 10 anos de experiência no mercado financeiro, falou sobre como operar, onde operar e a diferença entre opções e ações. O mercado de opções pode ser o melhor instrumento para proteger seus investimentos e te fazer lucrar com a volatilidade da bolsa.

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame